3 problemas gerados por falta de vacina no pet

As necessidades das vacinas nos pets são conhecidas dos donos desde o momento em que adquirem um animalzinho (por adoção ou por compra), mesmo que não os levem aos veterinários.

As vacinas são substâncias que protegem os animais, sejam gatos, cachorros ou qualquer outro pet, contra diversas enfermidades que podem levar, inclusive, à morte.

Na maioria dos casos, a vacina no pet é ministrada anteriormente ao surgimento de qualquer sintoma de doença, justamente com o intuito de fazer o organismo dele produzir anticorpos contra eventuais bactérias e vírus patogênicos.

Em meio a uma onda de não vacinação que vem surgindo em todo o mundo, nem os animais estão escapando de serem deixados de fora dessa campanha anti-vacina que é absurda.

Você sabe quais são os principais problemas gerados pela falta de vacina no seu pet?

Se você não faz ideia dos riscos ao seu pet, então não deixe de acompanhar este artigo até o final, pois irá servir de alerta para que mantenha-o sempre vacinado.

 

Importância da vacina no pet: problemas que podem ser evitados 

Raiva (ou também conhecida como hidrofobia)

Vacina no pet
Vacina no pet

A raiva é uma zoonose, o que significa que ela pode ser transmitida de animais para humanos, que é um dos principais problemas da falta de vacina nos pets.

Essa doença, transmitida por meio de um vírus, é considerada como uma patologia incurável e leva à morte do animal, além do risco de contaminação das pessoas na casa (ou seja, você e sua família estão em grande risco).

Quase 100% dos mamíferos (incluindo os humanos) que são infectados pela raiva vêm a óbito, o que mostra o alto grau de perigo dessa doença.

Isso mostra a importância da vacinação anual do seu pet contra a raiva, que é inclusive obrigada por lei.

 

Cinomose 

Vacina no pet
Vacina no pet

 

A cinomose é outro dos principais problemas gerados para um pet ao não ser vacinado, mas ela atinge apenas os cachorros (o causador da doença, inclusive, é conhecido como Vírus da Cinomose Canina).

Essa doença é muito infecciosa e coloca em risco todos os cachorros que não tiveram seu ciclo de vacinas concluído, sendo os filhotes e os com idade mais avançada aqueles mais suscetíveis a ela.

A taxa de mortalidade da cinomose é muito alta e os cachorros que sobrevivem tendem a ter muitas sequelas, como as neurológicas (um dos principais sistemas atingidos pela doença).

Desse modo, a falta de vacina no pet pode colocá-lo em um alto risco de perder a vida ou viver para sempre em estado vegetativo.

 

Parvovirose canina e panleucopenia felina

Vacina no pet
Vacina no pet

A parvovirose canina é outra doença altamente contagiosa e que pode ser evitada por meio da vacinação, sendo mais comum atingir cachorros com menos de 6 meses (que ainda não foram imunizados contra o parvovírus).

Essa doença é uma zoonose, ou seja, ela pode ser transmitida ao homem, sendo de alto risco para não ficar atento à sua prevenção.

O desenvolvimento da parvovirose pode levar ao óbito caso você deixe de prover a vacina no pet, portanto, ela é um dos principais problemas gerados pela falta da imunização dos animais caninos.

Nos gatos, o parvovírus felino pode acomete-los, causando uma doença diferente que é a panleucopenia felina, que pode levar ao óbito ou ao desenvolvimento de sequelas neurológicas.

Neste caso, a prevenção é feita por meio da vacina trivalente felina.

 

Conclusão

Vacina no pet
Vacina no pet

Como você viu, os pets precisam ser vacinados para evitar diversos problemas, que podem ocasionar sequelas respiratórias, motoras, neurológicas e, o que é pior, a morte do animal.

Neste texto, você viu os principais problemas que podem ser causados nos animais quando seus donos deixam de leva-los para a imunização por meio da vacina.

Gostou do artigo de hoje sobre os 3 problemas gerados por falta de vacina no pet

Se você ficou com alguma dúvida sobre esse assunto, escreva-a abaixo nos comentários para que eu possa ajudá-lo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *